12/07/2020 | 20h36 - Publicado por: Assessoria CRO-PI
Juiz concede parecer favorável à Odontologia acerca da competência do Cirurgião-Dentista para realizar procedimentos de Harmonização Orofacial.
A decisão determinou ainda que as entidades médicas que integravam o polo ativo do processo sejam excluídas do feito

A ação civil pública movida pelo CFM em desfavor do CFO, questionando a competência do cirurgião dentista para realizar os procedimentos de harmonização orofacial teve a liminar indeferida. 

Assim se manifestou o juízo da 8a. Vara Federal Cível do DF: Não há dúvida, portanto, de que a Harmonização Orofacial é uma legítima especialidade odontológica, muito embora incida sobre uma região anatômica comum também a diversas outras especialidades médicas, razão por que não vislumbro a aventada privatividade da Medicina in casu, não havendo que se falar, portanto, em ilegalidade.

A decisão determinou ainda que as entidades médicas que integravam o polo ativo do processo sejam excluídas do feito.

 

 

ANIVERSARIANTES DO DIA
ANA MARIA SILVA
ANETIVA PEREIRA NUNES
BRUNO DEVAIR SANTOS RIBEIRO
EDMILSON FROTA CORDEIRO FILHO
CRO NO INSTAGRAM
CRO NO TWITTER

Rua Desembargador Freitas, 1571 - Centro - Teresina/PI - CEP.: 64000-240

Contato: (86) 3222-8817 / 3221-5469

Email:  cropi@cropi.org.br

Conselho Regional de Odontologia do Piauí

Horário de Atendimento
Segunda à Sexta
08h00 às 17h30